segunda-feira, 14 de maio de 2012

AS PESSOAS COMO PARCEIRAS DA ORGANIZAÇÃO


Na realidade, “todo o processo produtivo e de geração de riqueza somente se torna viável através da participação conjunta de diversos parceiros, cada qual contribuindo com algum esforço ou com algum recurso. para poderfuncionar, as organizações dependem de parceiros, que podem estar dentro ou fora da organização. Os fornecedores contribuem com matérias-primas, serviços, tecnologias, edifíciosalugados, bens alugados etc. Os investidores e acionistas contribuem com capital, créditos e fluxos de fundos que possibilitam a aquisição de outros recursos. As pessoas que trabalham na empresa contribuem com seu trabalho e seus conhecimentos, experiências, capacidades e habilidades. Os clientes contribuem para organização adquirindo seus bens ou serviços. Cada um desses parceiros da organização contribui com alguma coisa na expectativa de obter um retorno pela sua contribuição, como mostra a Figura.Todos os parceiros estão engajados em um complexo jogo de transações com a empresa e dentro de um processo de reciprocidade investem e contribuem para obter retornos na forma de recompensas ou de alicientes”.

“À medida que os investimentos são bem-sucedidos – isto é, quando produzem um retorno considerado justo e adequado –, cada um dos parceiros envolvidos no negócio tende a manter e a sustentar seus investimentos na organização ou até mesmo a incrementá-los. Quando os investimentos não são bem sucedidos – isto é, quando produzem um retorno considerado baixo ou pequeno – , cada um dos parceiros tende a diminuir ou suspender seus investimentos na organização. Tudo é uma questão de reciprocidade”. E mais: “As organizações não podem tratar seus parceiros como se fossem colaboradores ocasionais ou fortuitos que surgem e desaparecem a seguir. Elas precisam tratar seus clientes, fornecedores, investidores, funcionários como parceiros definitivos e constantes e engaja-los de alguma forma e conquistar sua adesão como se fossem recursos indispensáveis para a manutenção e crescimento do negócio” .

Com a ampliação da visão e da atuação estratégica das organizações, todo
processo produtivo somente se realiza com a participação conjunta de diversos
parceiros, cada qual contribuindo com algum recurso. Cada parceiro está disposto
a continuar investindo seus recursos na medida em que obtém retornos e resultados
satisfatórios de seus investimentos. Graças ao efeito sinérgico das organizações, estas
conseguem reunir todos os recursos oferecidos pelos diversos parceiros e aumentar
seus resultados e, com eles, as organizações podem proporcionar maior retorno às
contribuições efetuadas pelos parceiros e manter a continuidade do negócio.
Dentro desse contexto, no qual as pessoas devem ser visualizadas como
parceiras das organizações, elas são fornecedoras de conhecimentos, habilidades,
competências e, sobretudo, o mais importante para as organizações: a inteligência
que proporciona decisões racionais e que imprime significado e rumo aos objetivos
globais. Neste sentido, as pessoas constituem parte integrante do capital intelectual
da organização. As organizações bem-sucedidas se deram conta disso e tratam
seus funcionários como parceiros do negócio e fornecedores de competências e
não mais como simples empregados contratados.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Coloque seu nome e matrículaentre parênteses ao final de cada postagem ou comentário.